segunda-feira, 22 de janeiro de 2007

Retalhos



Feito poeta estrada
anjo caído
ando
a passos tortos
na fuga de mim
em escassas memórias
simples retalhos
dores do mundo.
Para encontrar-me
bêbado de meus sonhos
a cantar sagaz despedida
de alma minha:
terminando-me
começando-te.

------------------------------

Não há caminhos
não vejo pedras
pedras são invenções
caminhos..tentações..
Beijo, abraço
um simples sorriso
na manhã molhada
de tua inocência.

Um comentário:

Krolzinha disse...

tah muito triiii

ti adoru d montaum
bjks