domingo, 1 de março de 2009

Amor guardado


Eu tenho um amor
pequeno devaneio
entre a rotina do dia a dia
e o frenese instante.
Um amanhecido suspirar
de meus olhos
a guardar
segredo desejo
de tocar a suavidade de teu rosto
desvendar os mistérios
entre teus lábios
e testemunhar
o caláfrio
desta noite moribunda
onde
tão nefasto assalto
dormido em meu coração
faz teu olhar
terno de abundânte vida minha
que se
desfaz em ti.

Um comentário:

Krolzinha disse...

Meu amoooooor ! Muito obrigado por tudo isso *-*
Te amo demais benhê ♥