segunda-feira, 6 de julho de 2009

O anel


Objeto de grato valor
as vezes dor
dor não de ferida
que machuca
na caída
mas de despedidas.
Objeto de grato valor
poís causa paixões
saudades, sonhos
e
ilusões.
Objeto ora prata
ora ouro
ora simples adorno,
nas mãos sempre
um eterno
encanto
entre tantos.

3 comentários:

Rosana =] disse...

"O anel"

Não se usa um anel apenas por usar. Sempre se tem um objetivo.

Simboliza um compromisso, nos faz lembrar de momentos importantes que não devem ser esquecidos ou apenas nos deixa mais belos.

Realmente um "eterno encanto entre tantos."

Juliana disse...

Anel...
Um simples objeto que representa um sentimento complicado. Pode nos fazer muito feliz quando colocado, mas quando retirado nos causa dor,ressentimento e até desilusão pela vida.
Deve se pensar muito para tomar esta iniciativa a usá-lo. Se for somente como adereço tudo bem se não cuidado não é brincadeira, é sentimento para uma vida inteira...

Lindo o teu poema..
tenha uma boa semana e continue assim teu blog está show. beijos

LiDaLua disse...

E ele ilustra o poema com o Um Anel... rs.
Não gosto de aneis, nunca gostei, talvez seja justamente pq tem esse significado idiota de compromisso, e eu odeio compromissos.
Taí, pediste tanto q aqui estou!
De vez em quando darei um pulo aqui, mas lembre-se que não sou chegada a poemas...