sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007

Ventos..

Acordei-me
saudade incardida
feito brotoar de ilusões
perdidas.
E na ansia de aprisionar
teu sorriso
fiz-me teu escravo
de eternas
manhas não amanhecidas.
Ainda na hora do sol se por
eu mar revolto
de beijos não dados
de abraços não acontecidos
seios não beijados.
Tu vento e ventania
insania vilania
o criptar de meus sonhos
feito simples
poesias..


( Dedicada à garota mais legal deste mundo, que repousa como lembranças não acontecidas no meu coração hoje, amanha e sempre...)

Um comentário:

Schatten_ disse...

hahahahahaha descobri.... heeeeee... só que agora não sei o que escrever... hahahahaha... aff..
então vamo manda um beijo e dizer que tá tudo lindo... bjooooooooooo.